Noticias

             

Cristo Redentor precisa ter imagem preservada

 
No primeiro sábado de agosto, dia 04, o jornal O Globo estampou em sua capa uma charge onde o Cristo Redentor aparece vestindo um colete à prova de balas. Embora entenda o caráter de protesto da imagem, a ABIH-RJ considerou a publicação um desserviço para o Turismo carioca.
 
Isso porque, além do caráter religioso e da identificação carinhosa que os cariocas têm pela imagem, o Cristo Redentor é um dos principais equipamentos turísticos do Rio, escolhido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.
 
Através de sua assessoria de comunicação, o presidente Alfredo Lopes encaminhou uma carta aos editores do jornal lamentando a publicação:
 
“Em nome da indústria do turismo, que representa cerca de 10% dos empregos gerados em nosso país, segmento econômico ainda mais relevante no Estado do Rio de Janeiro, registro aqui o nosso lamento pela capa da edição do jornal O Globo deste sábado, dia 04 de agosto, que estampa o Cristo Redentor em um colete à prova de balas.
 
Não queremos esconder o sol com a peneira, muito menos que os meios de comunicação ignorem os problemas de segurança que enfrentamos hoje.
 
Consideramos que a conscientização e discussão das causas e consequências desta realidade tão brutal deve contar com o espaço editorial da imprensa para que a sociedade e o poder público identifiquem e implantem as melhores soluções.
 
No entanto, uma imagem como a estampada na capa do jornal de hoje com certeza exponencia a repercussão do problema não só nos principais mercados emissores do Brasil como, com certeza, correrá o mundo.
 
A estátua do Cristo Redentor é um símbolo conhecido em todo o mundo. E sua imagem, associada à violência, não deveria ser utilizada. Isto significará ainda menos visitantes, ainda menos congressos e feiras profissionais em nosso país, estado e cidade.
 
A indústria do turismo impacta diretamente mais de 50 atividades econômicas. Praticamente todas vem atuando em um cenário de crise, eliminando postos de trabalho, reduzindo o recolhimento de impostos, desmobilizando o consumo de produtos e a contratação de serviços. Será que esta é a melhor contribuição que um dos principais jornais de nosso país pode dar para o enfrentamento do problema e a busca de soluções que cidadãos e empresários que moram no Rio tanto esperam?”
 
Foto: Flickr Riotur/Pedro Kirilos 
 
 
 
Publicado em 20 de agosto de 2018

Evaluación de los internautas

Evaluación:


0 1 2 3 4 5

Nombre:



Email:



Comentar



Calle Maria Eugênia, 300 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ, 22261-080 • Tel: (21) 3410-5131