News

             

Embratur e Rio de Janeiro discutem cooperação em promoção internacional

 
Osvaldo Matos de Melo Junior, diretor de Marketing e Relações Públicas da Embratur, Paulo Jobin, secretário municipal de Turismo do RJ, Gilson Machado, presidente da Embratur, Larissa Vieira, assessora da Prefeitura do RJ, e o embaixador Antonio Mello
 
 
O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, e o diretor de Marketing e Relações Públicas do órgão, Osvaldo Matos de Melo Junior, receberam representantes da prefeitura do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (9), em Brasília. O encontro foi proposto com o objetivo de fortalecer a presença da “cidade maravilhosa” nos outros países que, junto com o Brasil, compõem o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).
 
As demandas da cidade para projetos que preveem, ainda mais, a atração de turistas para a cidade foram apresentadas. Representando o prefeito Marcelo Crivella, o secretário de Turismo, Paulo Jobim, e o embaixador Antonio Mello, coordenador de Relações Internacionais, propuseram à Embratur um acordo de cooperação técnica para contribuição e troca de experiência para elaboração de projetos para a promoção turística da cidade.
 
O encontro foi realizado, também, para o fortalecimento da cidade do Rio de Janeiro que, este ano, foi consagrada a primeira Capital Mundial da Arquitetura. O título, anunciado pela Unesco, credencia o Rio a sediar, em julho de 2020, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA) e organizado pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB).
 
“Sabemos que o turismo é um setor importantíssimo para a recuperação econômica de um país, cidade e/ou município. Nossa ideia é reforçar a presença do Brasil como destino turístico nos nossos vizinhos e, especialmente, nos blocos econômicos que o país integra”, destacou o presidente da Embratur. Machado afirmou, ainda, que, de acordo com a temática, o governo estuda dispensar vistos para turistas da China e da Índia.
 
“Dos mais de 130 milhões de chineses viajando anualmente pelo mundo, pouco mais de 50 mil vêm para o Brasil. Temos uma janela de crescimento que deve e será explorada e o impacto na economia brasileira será positivo. Da Índia, partem, em média, 80 milhões de viajantes e cerca 16 mil visitam nosso país. Temos potencial e vontade política de fortalecer o Brasil como destino turístico nessas regiões”, disse. “A China, que já é o maior emissor internacional de turistas do mundo, deve chegar a ser responsável por cerca de 450 milhões de viagens internacionais por ano já em 2030, o que significaria 1/3 de todo o volume anual de viagens internacionais do planeta”, lembrou o diretor de Marketing e Relações Públicas do Instituto, Osvaldo Matos de Melo Junior.
 
 
 
Fonte:Mercado & Eventos
Foto: Reprodução / Mercado & Eventos
 
 
 
Publicado em 10 de julho de 2019

Rating of Internauts

Rating:


0 1 2 3 4 5

Name :



Email:



Comments



Maria Eugênia Street, 300 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ, 22261-080 • teléphone: (21) 3410-5131