Noticias

             

ABIH-RJ pleiteia prorrogação de impostos em todas as esferas

 
 
 
Com o objetivo de prestar total assistência aos associados e garantir a divulgação de informações atualizadas, a ABIH-RJ e o Hotéis Rio estão orientando os setores de RH e assessoria jurídica, além de pleitear junto ao legislativo a prorrogação de impostos municipais, estaduais e federais. Para esse pleito, a entidade encaminhou cartas direcionadas ao presidente da república, ao governador do Estado e ao prefeito da Cidade. Os conteúdos diferem apenas nos tributos citados para cada representante, sendo Imposto de Renda, Simples Nacional, CSLL, PIS e COFINS na carta para o presidente; o ICMS para o governador; e IPTU e ISSQN para o prefeito.
 
"A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE HOTÉIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - ABIH-RJ, neste ato representada por seu Presidente, ALFREDO LOPES, diante da decretação da Pandemia do Covid-19, e na qualidade de representante da indústria hoteleira do Estado do Rio de Janeiro, vem expor para ao final requerer a V.Exa. o seguinte.
 
É notório que toda a sociedade deve colaborar ativamente para que se evite a propagação do vírus Covid-19, numa corrente de solidariedade necessária ao banimento deste terrível vírus, que ainda não tem vacina para combatê-lo.
 
Desta forma, cabe informar que a indústria hoteleira já vem tomando medidas efetivas no sentido de minimizar o contágio, dentre elas a de possibilitar que alguns de seus colaboradores trabalhem em home office, aperfeiçoando a higienização de todo mobiliário onde há mais contato, tais como maçanetas, botoneiras dos elevadores, corrimãos das escadas e etc, além de estar em contato diário com as autoridades competentes para vis-à-vis, se manter atualizada e poder de imediato adotar as providências que se façam necessárias.
 
O estado de pandemia trouxe de imediato a proibição de eventos, viagens, realização de quarentenas, afetando sobremaneira o setor hoteleiro que vive fundamentalmente da atividade turística, sendo um dos primeiros a sofrer com a drástica redução da atividade econômica, que por certo já está trazendo relevantes impactos econômicos e financeiros em toda a cadeia produtiva do trade.
 
Desta forma, é importante que o ente público representado por V.Exa., sempre sensível aos nossos pleitos, e diante da gravidade do momento, conceda o diferimento do pagamento dos seguintes tributos, como forma de se possibilitar a redução dos impactos econômicos no setor, a saber:
 
Diferimento do recolhimento dos impostos em especial: Imposto de Renda, Simples Nacional, CSLL, PIS, COFINS.
 
Que haja para esse período de grande crise econômica, a desoneração da folha de pagamento para os empregadores com isenção do recolhimento de INSS e FGTS pelos próximos 180 (cento e oitenta) dias.
 
Temos a convicção da necessidade do auxílio do Poder Público com o deferimento das medidas ora requeridas para que possamos superar este difícil momento em que vivemos, mantendo nossa atividade ativa, garantindo-se os empregos fundamentais a qualidade de vida de nossa população.
 
Por fim estamos ao inteiro dispor de V.Exa. para debatermos ponto a ponto os termos de nossa proposição e juntos encontrarmos as melhores soluções para o Brasil.
 
Certos da atenção que V.Exa. vem deferindo a nossa indústria, aproveitamos a oportunidade para renovar os protestos da mais elevada estima e distinta consideração."
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Panrotas
Foto: ABIH-RJ
 
 
 
 
Publicado em 18 de março de 2020

Avaliação dos Internautas

Avaliação:


0 1 2 3 4 5

Nome:



Email:



Comentário



Rua Maria Eugênia, 300 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ, 22261-080 • Tel: (21) 3410-5131