Noticias

             

Rio Alerta coordena Central de Monitoramento

Motivados pela certeza de que a sociedade civil organizada pode fazer muito pelo nosso país, nossa cidade e nosso bairro, um grupo de associações e empresários da Barra da Tijuca deu início a um projeto de segurança que já ultrapassou as fronteiras da região e hoje opera mais de 120 câmeras na cidade.

 

Em dezembro de 2016, nascia a Associação Comunitária Bairro Seguro, que elegeu o já presidente da ABIH-RJ e do SindHotéis-RJ, liderança comercial e hoteleira, Alfredo Lopes, como seu presidente. Com foco em tirar do papel o projeto de melhorar a atuação das forças de segurança no bairro e estabelecer um serviço de monitoramento e inteligência na identificação das manchas criminais, foi criada a Central de Monitoramento da Barra.

 

Tecnologia de ponta, equipamento, instalações e mão de obra qualificada, tudo foi 100% custeado pela iniciativa privada, com o apoio de associações que atuam na região, como Associação de Hotéis do Rio, Rio Convention & Visitors Bureau, Barralerta, Acibarra, Acir Transoeste, Amar e Câmara Comunitária da Barra da Tijuca, além de patrocínio de grandes empresas, como Carvalho Hosken, Artplan e Multiplan.

 

O foco inicial era a área do 31ª Batalhão da Polícia Militar, que abrange Vargens, Recreio, Joá, Barra da Tijuca, Barra de Guaratiba, Camorim, Grumari e Itanhangá, mas foi detectada uma necessidade de contemplar também as regiões de fronteira, incluindo parcialmente a 18ª AISP (Cidade de Deus, Anil, Gardênia Azul e Curicica) e 23ª AISP (São Conrado, Rocinha e Vidigal).

 

Esse bem-sucedido trabalho, que teve enorme apoio dos empresários e moradores do entorno, viabilizou o espelhamento da Central dentro do 31º BPM, com a inauguração da Sala de Monitoramento e Análise Criminal, na primeira semana de setembro.  A ferramenta também apoia a ação da Guarda Municipal na repressão ostensiva de roubos e furtos.

 

Hoje, a Central opera na análise de 120 câmeras privadas e públicas na Barra da Tijuca, Recreio, Ipanema, Flamengo e Centro, além de realizar o cruzamento de dados de mídias sociais, imprensa e colaboração de associados e moradores da região, que funcionam como multiplicadores neste trabalho de monitoramento. A Central recebe uma média de 15 visitas mensais, entre autoridades, condomínios, shoppings, associações, entre outros. Tudo isso faz da Central de Monitoramento da Associação Comunitária Bairro Seguro uma das mais modernas do país.

 

www.acbsbarra.org.br

 

 

 

 

 

Publicado em 05 de outubro de 2018

Avaliação dos Internautas

Avaliação:


0 1 2 3 4 5

Nome:



Email:



Comentário



Rua Maria Eugênia, 300 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ, 22261-080 • Tel: (21) 3410-5131